Tecido ecológico criado a partir do leite

por Paula Perdiz

Estilista da marca Mademoiselle Chi Chi cria tecido a partir do leite

Já imaginou vestir uma roupa fabricada com uma fibra feita a partir do leite? Apesar de um tanto inusitada, essa é a proposta da designer alemã Anke Domaske, que criou um tecido ecológico criado a partir da proteína do leite, chamado de QMilch.

Com uma textura bem semelhante à seda, a fibra foi desenvolvida por meio da caseína (proteína encontrada no leite) não requer muitos químicos em sua produção, o que o torna ecologicamente correto. De acordo com informações da agência Reuters, outro benefícios advindo com o uso do tecido é o fato dele ser antibacteriano e antienvelhecimento, além de auxiliar a circulação da corrente sanguínea e temperatura corporal.

A técnica para a criação da fibra não é muito complicada e, segundo a estilista explicou à Reuters, “a caseína é extraída do leite em pó, aquecida com outros ingredientes naturais em uma máquina moedora, na qual a fibra sai em forma de cordões prontos para serem fiados até ficarem no formato e textura de uma linha.

O tecido que não tem nenhum odor ou prazo de validade pode ser lavado normalmente, pois o processo de aquecimento faz com que as moléculas se agreguem de forma que a decomposição não acontece.

Achou a criação um pouco estranha? Saiba que a fibra de leite existe desde de 1930, mas nunca foi feita de forma sustentável, já que uma série de procedimentos químicos eram necessários. Só que, dessa vez, parece que a estilista e ex-estudante de microbiologia, acertou ao criar um modelo de fibra que elimina totalmente esses processos.

Para quem não conhece, Anke Domaske é a criadora da grife Mademoiselle Chi Chi (MCC), que veste celebridades como Mischa Barton e a cantora Ashlee Simpson.

Fonte: http://msn.bolsademulher.com